quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Tédio e Orgulho


Tenho um amigo que está desempregado (ou sem estágio). A experiência dele é pouca e não muito válida para a faculdade que está fazendo agora, pois mudou de curso. Ele diz que manda currículo e não recebe retorno, achei que o problema fosse o currículo, mas não é. O currículo está direitinho. Não consigo entender todo esse tempo desempregado.

Os pais dele não têm grana. Pagam a faculdade, mas não podem bancar o barzinho e o cigarro dele. O ideal é ter um emprego para pagar suas coisas. O problema é que pra conseguir a vaga que ele quer ainda tem muito chão pela frente, muito o que estudar e muito o que conquistar na vida profissional. Só que ele continua esperando a bendita vaga.
Hoje ele disse que quer um emprego que o motive, eu falei que isso ele nunca vai achar. A motivação vem de dentro da gente, não de fora. Se fosse assim ninguém trabalhava, me acha alguém que goste de levantar da cama pra trabalhar?

Já falei pra ele aceitar qualquer coisa. Vendedor de celular, telemarketing, vendedor de loja, qualquer coisa. Um emprego desses às vezes tem chance de crescer e mesmo que não seja na área que ele procura, pelo menos ele mostra no currículo que evoluiu ali dentro, foi valorizado.
Acho que por ter estudado num colégio bacana ele tem vergonha de ser visto como um fracassado pelos colegas. Mas é um trabalho temporário caceta! Foda-se o que vão pensar. O importante e ter um trabalho honesto e não depender dos seus pais.

O orgulho é um dos piores defeitos que existem no mundo.


2 comentários:

Celamar Maione disse...

O que os outros vão pensar ????
Dane-se !
Seu amigo tem que fazer a parte dele e procurar se motivar.
Currículo é que nem espermatozóide a gente tem que mandar muitos para vingar um.
Telemarketing é uma área que emprega muito. Ele deveria aproveitar. É uma boa experiência. Já fui operadora de TMKT e também professora.
Boa sorte pra ele!
bjs

Mônica disse...

Concordo com vc! Primeiro porque ninguém paga nossas contas, então não devemos satisfações a ninguém.
Segundo porque eu acredito muito em um degrau de cada vez, e querer começar por cima, é perder tenpo!

beijossss